Sete empresas associadas ao Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) figuram entre as 10 melhores do setor de defensivos agrícolas, segundo o Anuário Melhores do Agronegócio de 2022, iniciativa que está na sua 18ª edição e é promovida pela revista Globo Rural. As três primeiras colocadas – Ihara, UPL Brasil e

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) coloca à disposição dos produtores rurais e do público em geral mais uma etapa de treinamento sobre o uso correto e seguro de defensivos agrícolas. O sétimo módulo aborda os defensivos agrícolas ilegais. “As forças policiais têm apreendido cada vez mais defensivos agrícolas ilegais,

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) projeta aumento de 100% na área tratada com defensivos agrícolas contra a cigarrinha nas plantações de milho de primeira e segunda safras, em 2022. Ao fim do ano, essa área deve atingir 39,1 milhões de hectares. Considerando apenas o milho safrinha, o crescimento é

Por Heber Luiz Pereira, apicultor, doutor em zootecnia, consultor da HP Agroconsultoria e do Colmeia Viva, programa do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg).   A apicultura, como qualquer outra atividade agropecuária, deve ser planejada respeitando o ciclo de produção que, a depender da região pode ser mais de um ao ano.

Por Cleber Brandino, engenheiro agrônomo de empresa associada ao Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg). Os defensivos agrícolas são essenciais para o sucesso da produção de alimentos no país. Afinal são eles que protegem as plantações contra insetos, fungos e plantas daninhas. Contudo, esses insumos exigem alguns cuidados especiais para que

Japão, Alemanha, Itália, Uruguai e Inglaterra: o que esses países têm em comum? O território dessas nações é menor do que a área com plantio de soja no Brasil. São mais de 391 mil quilômetros quadrados de lavouras, que geram uma produção riquíssima, estimada em R$ 342 bilhões para as propriedades rurais, segundo o Instituto Brasileiro

Por Isabela Rivato, bióloga e analista de uso correto e seguro do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), Soraia de Pinho, farmacêutica e analista de assuntos regulatórios do Sindiveg e Fábio Kagi, engenheiro agrônomo e gerente de relações institucionais e regulatório do Sindiveg. O setor agrícola nacional é uma importante atividade

Boas práticas no uso de defensivos agrícolas são essenciais para a proteção das abelhas e ajudam a potencializar não apenas a apicultura e a meliponicultura, mas a própria agricultura, que depende da polinização animal. O tema é abordado no segundo módulo do treinamento gratuito disponibilizado pelo Colmeia Viva, programa do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), entidade que representa, aproximadamente, 40% do setor de defensivos agrícolas e atua há mais de 80 anos em defesa do setor de proteção de cultivos, apoia a submissão à consulta pública pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) da minuta de portaria que

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), em conjunto com outras entidades do agronegócio, apoiou o “Fórum Terraviva Dia Mundial da Alimentação”, realizado em 17 de outubro. Confira a íntegra do evento: