Importações de Defensivos Agrícolas têm aumento no primeiro semestre de 2016

O SINDIVEG – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal – divulgou, no começo de agosto, os dados de importações de defensivos agrícolas do primeiro semestre de 2016. O volume total das importações teve um aumento de 19,2% em relação ao mesmo período de 2015, atingindo 161.704 toneladas.

A classe mais importada no país nesse período foi a dos herbicidas, com um total de 111.858 toneladas, seguida dos fungicidas com 29.013.

Já a dos inseticidas teve a maior queda; o volume importado entre janeiro e junho deste ano caiu de 29.490 toneladas em 2015 para 18.809.

“Essa queda acentuada se deve à irregularidade, ou até, à falta de chuvas em algumas regiões, notadamente cerrados, Mato Grosso e Matopiba (Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), fazendo com que diminuísse o aparecimento de pragas”, comenta Silvia Fagnani, diretora executiva do SINDIVEG. Além disso, igualmente a 2015, o mercado de agroquímicos como um todo continua perdendo para a comercialização ilegal de produtos.

O volume de importação de acaricidas e outros também apresentou queda e atingiu 1.512 e 512 toneladas, respectivamente, no período.

Compartilhe agora:
Voltar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *